Maior exposição de arte contemporânea africana inaugura em São Paulo

Centro Cultural Banco do Brasil recebe 90 obras de artistas de oito países africanos e dois afro-brasileiros
Rovena Rosa/Agência Brasil_02/05/2018

A culpabilização das vítimas como rota de fuga

Jornalista pós-doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Planejamento e Gestão Territorial da Universidade Federal do ABC-UFABC e doutora em saúde pública pela USP, CIlene VIctor reflete sobre tragédia do Paissandu

Seleta crômica e objetos: 20 anos de Tony Camargo

A exposição de Tony Camargo no Museu Oscar Niemeyer (MON) de Curitiba é uma espécie de cartografia das rotas que sua pintura trilhou em...

“León Ferrari foi um catalisador de uma posição política forte na...

Diretora do MAMBA fala da relação que construiu com León Ferrari e sobre o reconhecimento tardio, e necessário, do artista
Sonho Tropical by Beatriz Milhazes, whose work is at the White Cube Bermondsey. Photograph: © Pepe Schettino / © Beatriz Milhazes / Courtesy White Cube

Bruscky, Marcelle, Milhazes, Zerbini e brasileiros da Segunda Guerra em Londres

Material produzido por cerca de 70 artistas em 1943 para financiar luta brasileira na Itália deixam os acervos e voltam a ser exibidas em momento de valorização da produção nacional

Agenda: confira os destaques de 21 a 27 de abril

Em semana pós-SP-Arte, raras são as galerias que abrem exposições, mas instituições como Sesc e Museu Afro Brasil se destacam, esta última inaugura cinco exposições de uma vez. Em contrapartida, Galeria Nara Roesler abre exposição de Abraham Palatnik no Rio de Janeiro
A 11ª Bienal de Artes Visuais do Mercosul vai até 3 de junho, em Porto Alegre, RS - FOTO: Divulgação

A 11ª Bienal do Mercosul está corajosa em sua abordagem crítica

Obras de artistas vindos de vários países refletem sobre a escravidão e a invisibilidade proposital sofrida pelas culturas africanas e indígenas no brasil
GABRIEL PÉREZ-BARREIRO

Bienal apaga fronteira entre artistas e curadores

Em busca de um olhar atento e afetivo para a arte, Gabriel Pérez-Barreiro aposta num coletivo para a 33ª Bienal de São Paulo

Hilma af Klint: Uma artista adiante de seu tempo

Ciência, religião e arte integram a cosmogonia de Hilma af Klint, na sua primeira exposição na Pinacoteca de São Paulo

Iconografia e insubordinação

Toda e qualquer intervenção de artistas e agentes culturais a serviço da reflexão sobre as inquietações e o sofrimento contemporâneo são fundamentais