Ivan Serpa: A expressão do concreto Centro Cultural Banco do Brasil | Rio de Janeiro , R. Primeiro de Março, 66 - Centro, Rio de Janeiro - RJ, 20010-000
A mostra A expressão do Concreto é uma retrospectiva que reúne mais de 200 obras do artista Ivan Serpa a partir de sua relação com o concretismo. O artista encabeçou o Grupo Frente, coletivo do qual participavam artistas como Lygia Clark, Franz Weissmann, Abrahan Palatinik e Hélio Oiticica. Os trabalhos expostos são de diferentes fases e mostram as diferentes linguagens artísticas que Serpa trabalhou durante sua carreira. A expressão do Concreto tem curadoria de Marcus de Lontra Costa e Hélio Márcio Dias Ferreira.
12:00 - 21:00
De 19 de março de 2020
a 12 de Maio de 2020
Bruno Munari: Sempre uma Coisa Nova Bergamin e Gomide , Rua Oscar Freire, 379 - 1 - Jardim Paulista, São Paulo - SP, 01426-001
Na primeira exposição do ano, entre os dias 7 de março a 18 de abril de 2020, a Bergamin & Gomide apresenta Bruno Munari: Sempre uma coisa nova, do artista italiano que rompeu os paradigmas entre arte e design. A exposição reúne cerca de 40 obras que compreendem o período de 1947 a 1995, dentre colagens, gravuras, desenhos, pinturas, esculturas, entre outras.
10:00 - 19:00
De 7 de março de 2020
a 18 de abril de 2020
Egito Antigo: do cotidiano à eternidade CCBB , Rua Álvares Penteado, 112 - Centro
O Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo apresenta, a partir do dia 19 de fevereiro, a exposição Egito Antigo: do cotidiano à eternidade. Sucesso de público, a mostra bateu recorde de visitação do CCBB Rio de Janeiro, onde recebeu mais de 1,4 milhão de pessoas. A exibição fica em cartaz na capital paulista até o dia 11 de maio, com entrada gratuita. A mostra reúne 140 peças vindas do Museu Egípcio de Turim, que possui o segundo maior acervo sobre o tema do mundo, e inclui esculturas, pinturas, amuletos, objetos cotidianos, objetos litúrgicos e ostracons (fragmento de cerâmica ou pedra usados para escrever mensagens oficiais). Também fazem parte da mostra um Livro dos Mortos em papiro, sarcófagos, múmias de animais e uma múmia humana da 25ª dinastia.
09:00 - 21:00
De 19 de fevereiro de 2020
a 11 de Maio de 2020
Gisela Eichbaum: trabalhos sobre papel 1958 – 1976 Museu Lasar Segall , Rua Berta, 111 - Vila Mariana, São Paulo - SP, 04120-040
Nascida em Mannheim (Alemanha) em junho de 1920, no seio de uma tradicional família de músicos, Gisela Eichbaum foi no Brasil importante expoente daquilo que se convencionou chamar de abstracionismo lírico. Tomando a intuição e o inconsciente como pontos de partida para a substancialização de uma expressão individual, ela produziu ao longo de mais de meio século um corpo de obra notável pela consistência e sinceridade de sua linguagem.
15:00 - 19:00
De 15 de fevereiro de 2020
a 18 de Maio de 2020
Japão em Sonhos Japan House , Av. Paulista, 52 - Bela Vista, São Paulo - SP
A Japan House São Paulo apresentará, em fevereiro de 2020, uma instalação imersiva intitulada “Japão em Sonhos”, realizada por meio de projeções de grande escala em vídeo mapping. A experiência oferecerá ao visitante uma viagem de sonhos por meio de figuras icônicas do Japão, numa sequência que traz desde a beleza efêmera da florada das cerejeiras, o festival de lanternas (Tsunan Yuki Matsuri) até uma floresta misteriosa habitada pelos “yokai”, espíritos do folclore japonês. A versão inédita foi criada pelo Danny Rose Studio em cima de sua obra “Japon Rêvé”, apresentada no Atelier des Lumières, em Paris (fevereiro/2019 a fevereiro 2020). A instalação foi pensada para todas as idades e promete maravilhar com sua trilha sonora marcante e grande diversidade de imagens, incluindo trabalhos do movimento artístico nipônico conhecido como ukiyo-e.
10:00 - 20:00
De 18 de fevereiro de 2020
a 26 de abril de 2020
Construção Mendes Wood DM , Rua da Consolação 3368
A Mendes Wood DM apresenta coletiva organizada por Renato Silva, com os artistas Adriana Varejão, Adriano Costa, Ana Mendieta, Anna Bella Geiger, Antonio Dias, Antonio Obá, Carla Zaccagnini, Carlos Vergara, Claudia Andujar, Coco Fusco, Dalton Paula, Daniel Steegmann Mangrané, Deyson Gilbert, Doris Salcedo, Éder Oliveira, Fernanda Andrade, Flávio Cerqueira, Gustavo Speridião, Hariel Revignet, Jac Leirner, Lawrence Weiner, Lucas Arruda, Marcela Cantuaria, Marilia Furman, Mauro Restiffe, Otobong Nkanga, Paulo Nazareth, Pope L., Renata Felinto, Roberto Winter, Rodrigo D'Alcântara, Rosana Paulino, Rubem Valentim, Runo Lagomarsino, Theaster Gates
19:00 - 21:00
De 6 de fevereiro de 2020
a 21 de novembro de 2020
Tadashi Kawamata: Construção Japan House , Av. Paulista, 52 - Bela Vista, São Paulo - SP
A Japan House São Paulo apresenta, de 04 de fevereiro até 12 de abril, a obra Construção, de Tadashi Kawamata, artista japonês de destaque na cena contemporânea internacional. Ele é reconhecido por realizar instalações de grande dimensão com o uso de materiais pouco convencionais, como os hashis (par de pequenas varetas usadas pelos japoneses como talher), importante elemento do cotidiano da cultura nipônica, utilizados na obra criada exclusivamente para o segundo piso do centro cultural.
#Construção, #Japan House, #Tadashi Kawamata
10:00 - 18:00
De 4 de fevereiro de 2020
a 12 de abril de 2020
Paço das Artes , R. Albuquerque Lins, 1331 - Higienópolis, São Paulo
Na exposição de inauguração, o Paço das Artes apresenta “Limiares”, mostra inédita da multifacetada artista Regina Silveira, uma das criadoras com maior presença na arte contemporânea brasileira. A exposição com curadoria de Priscila Arantes, diretora da instituição, fica em cartaz de 25 de janeiro até 10 de maio com entrada gratuita.
14:00 - 20:00
De 25 de janeiro de 2020
a 10 de Maio de 2020
Arquivo Peter Scheier Instituto Moreira Salles , Avenida Paulista, 2424 - São Paulo/SP
A exposição é resultado de um mergulho no arquivo de aproximadamente 35 mil imagens do fotógrafo alemão Peter Scheier (1908-1979), realizadas entre as décadas de 1940 e 1970, pertencentes ao Instituto Moreira Salles. A mostra, sob a curadoria de Heloisa Espada, destaca a passagem de Scheier pela revista O Cruzeiro, nos anos 1940, seus registros sobre o nascimento de instituições como o Museu de Arte de São Paulo e a Bienal de São Paulo, nos anos 1950, bem como sua colaboração com arquitetos como Rino Levi e Lina Bo Bardi.
10:00 - 20:00
De 25 de janeiro de 2020
a 24 de Maio de 2020
Heranças de um Brasil profundo Museu Afro Brasil , AV. PEDRO ÁLVARES CABRAL | PARQUE IBIRAPUERA | PORTÃO 10
Com curadoria de Emanoel Araujo, a exposição “Heranças de um Brasil profundo” reúne arte plumária, adornos, máscaras, fotografias, esculturas, utensílios e arte contemporânea de povos indígenas como: Karajá, Marubo, Kayapó, Mehinako, Yanomami, Rikbaktsa, Tapirapé, Waurá, Tapayuna e Juruna. Entre os artistas indígenas contemporâneos presentes na exposição está o jovem Denilson Baniwa, do povo indígena Baniwa e natural do Rio Negro, interior do Amazonas. Vencedor do prêmio PIPA Online 2019, o artista apresentará três trabalhos na exposição, entre eles uma pintura inédita, realizada nas paredes internas do Museu Afro Brasil.
11:00 - 17:00
De 25 de janeiro de 2020
a 26 de julho de 2020
Retratos de Mulheres Por Mulheres Centro Cultural Fiesp , Avenida Paulista, 1313
A mostra apresenta ensaios de importantes fotógrafas contemporâneas como Claudia Andujar, Maureen Bisilliat, Cris Bierrenbach, Marcela Bonfim, Luisa Dorr, Denise Camargo, Ana Carolina Fernandes, entre outras. As artistas investigam as diferentes linguagens e suportes na criação do retrato e discutem temas como: beleza, empoderamento, corporalidade, feminismo, sexualidade, direitos humanos e identidade. Essas narrativas visuais se apresentam como uma ferramenta para explorarem novas formas de posicionar-se na sociedade, bem como, são meio para expressar seus sonhos, sentimentos, desejos e fantasias e destacar o lugar central que as mulheres ocupam na cultura visual.
11:00 - 20:00
De 25 de janeiro de 2020
a 3 de Maio de 2020
João Câmara: Trajetória e Obra de um Artista Brasileiro + outras exposições Museu Afro Brasil , AV. PEDRO ÁLVARES CABRAL | PARQUE IBIRAPUERA | PORTÃO 10
Arthur Bispo do Rosário, Walter Firmo, João Câmara, Castro Alves e jovens artistas contemporâneos da Bahia estão entre os destaques das aberturas que também celebram os 15 anos da instituição. Juntas, mostras reúnem mais de 300 obras.
11:00 - 19:00
De 20 de novembro de 2019
a 1 de setembro de 2020
Christian Cravo: Mariana Instituto Tomie Ohtake , Rua Coropé, 88 - Pinheiros, São Paulo
A exposição Mariana, homônima ao livro de Christian Cravo, com curadoria de Adriana Cravo, chega a São Paulo depois de passar por Salvador e Fortaleza, ambas na Caixa Cultural. Nesta segunda individual do fotógrafo baiano no Instituto Tomie Ohtake (a anterior foi Nos Jardins do Éden, em 2011), estão reunidas 26 fotografias impressas em fine art, que retratam as memórias humanas da maior tragédia ambiental do país: o rompimento da barragem de Fundão, que vitimou fatalmente 19 pessoas e desabrigou centenas de famílias em Mariana - Minas Gerais, em 2015. “A escolha das imagens, assim como o título que cada uma delas recebeu, teve a intenção de gerar empatia e aproximar o público do cotidiano roubado das pessoas que ali viviam até o momento da tragédia", explica a curadora.
19:00 - 18:00
De 18 de setembro de 2019
a 27 de setembro de 2020