36º Panorama da Arte Brasileira: Sertão MAM , Parque Ibirapuera - Av. Pedro Álvares Cabral, s/n° - Vila Mariana, São Paulo - SP, 04094-000
Sertão" é o título e o conceito proposto pela curadora Júlia Rebouças para articular o 36o Panorama, do qual participarão 29 artistas e coletivos, e que tem assistência curatorial de Maria Catarina Duncan. Após um extenso processo de pesquisa e viagens por diversas regiões do Brasil, incluindo cidades como Cachoeira (BA), Recife (PE), Brasília (DF), Florianópolis (SC), São Paulo e a região do Cariri cearense, a curadora convidou artistas que se relacionam com o conceito, entendendo a própria arte como “sertão” – em sua instância de experimentação e resistência –, contestando, portanto, o viés restritivamente geográfico facilmente associado à palavra. Sertão é apresentado nesta exposição como um modo de pensar e de agir, que tem a criação artística como um de seus importantes aspectos definidores.
10:00 - 18:00
De 17 de agosto de 2019
a 15 de novembro de 2019
SP-Arte/Foto 2019 JK Iguatemi , Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2041 – Vila Olímpia, São Paulo, Brasil
A SP-Foto – Feira de Fotografia de São Paulo chega à sua 13ª edição firmando-se como o mais relevante evento de fotografia do Brasil. De 21 a 25 de agosto, a Feira ocupa toda a área de eventos do Shopping JK Iguatemi e reúne as principais galerias, museus e editoras que atuam com fotografia no País. Entre os 43 expositores, retornam as galerias Fortes D'Aloia & Gabriel, Mendes Wood DM, Vermelho, Mario Cohen, Silvia Cintra + Box 4, Luciana Caravello, Luciana Brito Galeria, além de casas especializadas em fotografia vintage como a Fólio, a Utópica e a MaPa. Estreiam as galerias Almeida e Dale+ Leme/AD (São Paulo), Galería Zielinsky(Barcelona) e LAMB Arts (Londres, São Paulo). De Maureen Bisilliat a Bárbara Wagner, atividades como o Circuito Ateliês Abertos, o Meet the Artists e a parceria inédita com a Escrevedeira, espaço de eventos literários, a programação da SP-Foto amplia o contato do público com nomes ascendentes e consagrados da fotografia nacional. Além disso, o evento intensifica o interesse internacional pela fotografia brasileira convidando sete especialistas estrangeiras ligadas a instituições renomadas de arte contemporânea. As curadoras Margot Norton (New Museum, EUA), Barbara Tannenbaum (Cleveland Museum, EUA) e Julieta González (Jumex, México) engrossam reflexões candentes ao mundo da fotografia no Talks desta edição.
17:00 - 20:00
De 21 de agosto de 2019
a 25 de agosto de 2019
NUNO – Poéticas têxteis contemporâneas Japan House , Av. Paulista, 52 - Bela Vista, São Paulo - SP
O universo têxtil japonês com sua riqueza e variedade de tecidos e estampas é a nova vertente da cultura japonesa a ser apresentada na Japan House São Paulo por meio da exposição ‘NUNO – Poéticas têxteis contemporâneas’, em cartaz de 20 de agosto a 27 de outubro de 2019. A mostra destaca peças criadas pela designer japonesa Reiko Sudo, da marca NUNO (palavra que significa tecido, em japonês) que desenvolve linhas estéticas, materiais e técnicas, muitas vezes reinterpretando a tradição têxtil do Japão para o mundo contemporâneo. Na exposição, com curadoria de Adélia Borges, crítica e historiadora de design; e de Mayumi Ito, consultora e fundadora do projeto comunitário Amaria, serão exibidos 35 diferentes tecidos feitos a partir de matérias-primas que vão de bashofu (fibra de bananeira produzida em Okinawa, no Japão), a páginas de jornais, passando por washi (papel japonês), cobre, plástico, borrachas, penas até materiais tradicionais, como algodão, seda, poliéster, lãs e feltro. A mostra ressalta a contribuição singular da NUNO para o design mundial contemporâneo com uma seleção de tecidos que evidencia a diversidade das técnicas, texturas, materiais e cores, incluindo as formas de produção artesanal, semi-industrial e industrial. Para expor tão rica extensa variedade de peças, o arquiteto Pedro Mendes da Rocha, responsável pela expografia da mostra, se inspirou na organicidade da vida e para apresentar uma grande árvore no térreo do centro cultural, cujos ‘galhos’ e ‘folhagens’ são representados por painéis, de 3,5m de largura, cada qual com um diferente tecido.
19:00 - 18:00
De 19 de agosto de 2019
a 27 de outubro de 2019
Histórias das Mulheres, Histórias Feministas MASP - Museu de Arte de São Paulo , Av. Paulista, 1578 - Bela Vista, São Paulo - SP
Com curadoria de Julia Bryan-Wilson, curadora-adjunta de arte moderna e contemporânea do MASP, Lilia Schwarcz, curadora-adjunta de histórias e narrativas, e Mariana Leme, curadora assistente do museu, Histórias das mulheres: artistas antes de 1900 busca reposicionar a obra de artistas que trabalharam até o final do século 19, ao discutir a diferença de valor entre o universo masculino e o feminino e também entre arte e artesanato. A mostra terá nomes como Sofonisba Anguissola (circa 1532-1625), Artemisia Gentileschi (1593-1653), Judith Leyster (1609-1660), Angelica Kauffmann (1741-1804), Elisabeth-Louise Vigée-Lebrun (1755-1842) e Eva Gonzalès (1849-1883), além de pioneiras latino-americanas como Magdalena Mira Mena (1859-1930), Abigail de Andrade (1864-1890) e Berthe Worms (1868-1937). Além de pinturas que fazem parte do cânone da história da arte ocidental, a exposição apresentará uma série de têxteis de autoria desconhecida, cujos registros permitem afirmar que foram feitos por uma mulher, ou por mulheres, coletivamente. São trabalhos produzidos na Inglaterra, nos Estados Unidos, nos Andes latino-americanos, na Índia, no antigo Império Otomano, em dois países da África Mediterrânea (Marrocos e Egito) e também na Ásia (Filipinas e atual Uzbequistão). Já Histórias Feministas: artistas depois dos anos 2000 tem curadoria de Isabella Rjeille, curadora assistente do MASP, é um contraponto à mostra Histórias das mulheres: artistas antes de 1900, que busca reposicionar a obra de artistas que trabalharam até o final do século 19, ao discutir a diferença de valor entre o universo masculino e o feminino e também entre arte e artesanato. Histórias feministas: artistas depois de 2000 é um desdobramento do ciclo de 2017, Histórias da sexualidade, e não se propõe a esgotar um assunto tão extenso e complexo como a relação entre arte e feminismo, mas incitar novos debates a partir da produção de artistas cujas produções emergiram no século 21.
19:00 - 18:00
De 22 de agosto de 2019
a 19 de outubro de 2019
Flávio de Carvalho Galeria Almeida e Dale , R. Caconde, 152 - Jardim Paulista, São Paulo - SP, 01425-011
Uma das mais importantes referências da vanguarda brasileira do Séc. XX, a extensa obra do artista Flávio de Carvalho (1899-1973) estará em exposição, de 17 de agosto a 19 de outubro, na Galeria Almeida e Dale, em São Paulo. Com curadoria de Kiki Mazzucchelli, a mostra foi originalmente apresentada na Sotheby's S2 Gallery, em Londres, em abril deste ano, sendo a primeira exposição individual dedicada a Flávio de Carvalho no Reino Unido, país onde viveu de 1914 a 1922.
10:00 - 18:00
De 17 de agosto de 2019
a 19 de outubro de 2019
METRO Objetos Loja 53 do COPAN , Avenida Ipiranga, 200, Loja 53, República, São Paulo
Em seus quase vinte anos de atividade do escritório METRO ARQUITETOS desenvolveu uma série de peças de mobiliário e objetos para seus projetos. Reunimos agora alguns desses desenhos para produção em série. Vasos e serviços de mesa em cerâmica esmaltada, fruteiras em pedra sabão, revestimentos de parede em concreto, cabideiros e porta-guarda chuva, espelhos com molduras em madeira entre outros objetos, serão mostrados pela primeira vez em uma exposição temporária na Loja 53 do edifício Copan, com abertura no dia 22 de Agosto às 16:00h. Em geral partindo de materiais simples e sem grande complexidade de execução, esses objetos têm em comum a exploração de formas simples e das qualidades dos materiais utilizados, em um procedimento projetual que aplicam também à sua produção em outras escalas, de edifícios a intervenções urbanas.
16:00 - 18:00
De 21 de agosto de 2019
a 25 de agosto de 2019
Man Ray: Em Paris CCBB , Rua Álvares Penteado, 112 - Centro
Esta retrospectiva, apresentada pela primeira vez no Brasil, abrange a imensa e multiforme obra de Man Ray. Conhecido principalmente por sua fotografia, mas também criador de objetos, realizador de filmes e faz-tudo genial, Man Ray chega a Paris em 1921, onde permanece até a Segunda Guerra Mundial e para onde retorna definitivamente em 1951. Foi nessa cidade que sua arte original se desenvolveu e mais repercutiu. Esta exposição elucida, por meio de quase 250 obras, a lenta maturação de Man Ray, bem como apresenta um panorama completo de sua criatividade. Das primeiras obras dadaístas ao retrato e à paisagem, da moda às imagens surrealistas, de seus trabalhos comerciais a uma seleção de seus objetos e filmes, e à sua vontade de revelar outra realidade, reúnem-se nesta exposição toda a complexidade e a riqueza do que ele nos legou.
18:00 - 18:00
De 20 de agosto de 2019
a 29 de outubro de 2019
Tiago Carneiro da Cunha: Zona Crepúsculo Fortes D’Aloia & Gabriel , R. Fradique Coutinho, 1500 - Vila Madalena, São Paulo - SP, 05416-001
O artista exibe um conjunto inédito de pinturas em que explora a repetição de cenas crepusculares a partir da experimentação com uma gama diversa de recursos formais. O título da mostra inspira-se livremente na antológica série de TV norte-americana Twilight Zone, cuja trama de tom distópico tornou-se sucesso cult da década de 1950. Nestas novas obras, o artista reitera sua obsessão pelo gesto ao investigar o uso de aparatos variados em seu processo de pintura, dentre eles espátulas, pincéis de diferentes formatos e dimensões, e sua própria mão. São composições que iniciam-se a partir de um ponto focal no centro da tela e a partir dele ganham corpo em um processo que abarca o improviso, o erro e o acaso. Assim, Carneiro da Cunha arquiteta cenários à beira-mar em que indivíduos
19:00 - 18:00
De 19 de agosto de 2019
a 5 de outubro de 2019
Patrícia Carparelli: Mar Expandido New Gallery , Rua Padre Garcia Velho, 173, Pinheiros, São Paulo
A fluidez da água inspira os traços orgânicos de Patrícia Carparelli. O processo criativo da artista parte de uma autoanálise em movimentos internos e externos, focados nas relações e no tempo. A exposição individual Mar Expandido, que acontece na New Gallery a partir de 15 de agosto, com curadoria da Kura Arte, reúne mais de 140 pinturas recentes e uma instalação imersiva de esculturas de vidro. A artista, que tem como inspiração o mar e as demais paisagens da natureza, usa a arteterapia como fio condutor de sua produção plástica. 
10:00 - 15:00
De 16 de agosto de 2019
a 15 de setembro de 2019
Luiz Aquila III Milênio – criação em aberto Museu Nacional de Belas Artes/MNBA , Avenida Rio Branco, 199 - Cinelândia
Segundo o poema de João Cabral de Melo Neto, “Quadro nenhum está acabado/ disse certo pintor;/ se pode sem fim continuá-lo,/ primeiro, ao além do quadro/ que, feito a partir de tal forma,/ tem na tela, oculta, uma porta/ que dá a um corredor/ que leva a outra e a muitas outras”. “A lição de pintura” traduz a essência da exposição “LUIZ AQUILA III MILÊNIO - criação em aberto”, onde o artista apresenta obras inéditas realizadas entre 2009 e 2019, a partir 31 de agosto, no Museu Nacional de Belas Artes. Ao todo, serão expostas 30 pinturas, que contam com a liberdade criativa do artista para articular cores e contrastes, através de planos e pinceladas presentes e expressivas com dimensões que vão de 70x90cm até 210x140cm.
14:00 - 18:00
De 31 de agosto de 2019
a 1 de dezembro de 2019
Somos muit+s: experimentos sobre coletividade Pinacoteca , Praça da Luz. 2 11 3324-1000
A Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo, apresenta, de 10 de agosto a 28 de outubro de 2019, a exposição coletiva Somos muit+s: experimentos sobre coletividade, que investiga a prática artística como exercício coletivo. Com curadoria de Amanda Arantes, Fernanda Pitta e Jochen Volz, a mostra apresenta experiências artísticas pensadas enquanto diálogos, diretos ou indiretos, com a produção de Joseph Beuys, um dos mais importantes e ativos artistas da segunda metade do século 20. Além dele, participam outros sete artistas/coletivos nacionais e internacionais: Hélio Oiticica, Maurício Ianês, Mônica Nador e Jamac, Coletivo Legítima Defesa, Rirkrit Tiravanija, Tania Bruguera e Vivian Caccuri.
11:00 - 18:00
De 10 de agosto de 2019
a 28 de outubro de 2019
Eduardo Berliner Casa Triângulo , R. Estados Unidos, 1324 - Jardins, São Paulo - SP
Casa Triângulo tem o prazer de apresentar a terceira exposição individual de Eduardo Berliner na galeria. A mostra reúne cerca de dezenove pinturas a óleo sobre diferentes suportes [tela, lona solta e madeira], além de três grupos de desenhos. Um desses grupos consiste em um conjunto de dez cadernos de anotações realizados ao longo do último ano, cujas páginas serão viradas semanalmente durante o período da exposição.
#casa triângulo, #eduardo berliner
14:00 - 19:00
De 3 de agosto de 2019
a 14 de setembro de 2019
Myriam Glatt: Plano Pictório Piloto Museu Correios , Setor Comercial Sul, Q4, bl. A, nº 256 - Ed. Apolo, Asa Sul - Brasília
Brasília inspirou a artista visual carioca Myriam Glatt em sua primeira exposição no Distrito Federal e oitava individual, intitulada “Plano Pictório Piloto", que será inaugurada no dia 8 de agosto, às 19h, no Museu Correios. Sob curadoria de Ivair Reinaldim, a mostra será composta por dez obras, sendo cinco inéditas, incluindo um painel de azulejos inspirado em Athos Bulcão e feito especialmente para a ocasião. Os trabalhos serão organizados em três núcleos principais que relacionam as obras da artista a algumas questões da capital federal.
19:00 - 18:00
De 8 de agosto de 2019
a 6 de outubro de 2019
Edith Derdyk: Protolivro Casa de Cultura do Parque , Av. Prof. Fonseca Rodrigues, 1300 - Alto de Pinheiros, São Paulo - SP, 05461-010
Em uma era de crise de discursos, na qual o excesso de informações promove desinformação e desordem, o saber passa por um momento de fragilidade. Os livros, por sua vez, detêm registros importantes da história da humanidade e abrem portas tanto para o passado quanto para o futuro. É neste contexto de ambiguidade que a artista paulistana Edith Derdyk abre suas investigações na mostra Protolivro, em cartaz a partir de 3 de agosto, na Casa de Cultura do Parque.
11:00 - 18:00
De 3 de agosto de 2019
a 13 de outubro de 2019
Fabiano Rodrigues: A verdade está em tudo, mesmo no erro Galeria Kogan Amaro , Alameda Franca, 1054 Jardim Paulista, São Paulo, SP
19:00 - 18:00
De 8 de agosto de 2019
a 6 de setembro de 2019
Arte Atual: Jamais me olharás lá de onde te vejo Instituto Tomie Ohtake , Rua Coropé, 88 - Pinheiros, São Paulo
A oitava edição do programa Arte Atual, realizado pelo Instituto Tomie Ohtake por meio de seu Núcleo de Pesquisa e Curadoria, reúne os artistas Éder Oliveira, Regina Parra e Virgínia de Medeiros em torno de reflexões acerca do retrato como gênero pictórico e como forma de reconhecer e atribuir uma identidade ao retratado.
20:00 - 18:00
De 7 de agosto de 2019
a 29 de setembro de 2019
No Martins: Campo Minado Baró Galeria , R. da Consolação, 3417 - Cerqueira César, São Paulo - SP, 01416-003
Utilizando-se de diversas linguagens, a mostra "Campo Minado" propõe discussões sobre o deslocamento das pessoas no espaço urbano. Retornando ao Brasil após um período de residência em Angola, No Martins mantém a temática de sua série anterior, uma vez que sua pesquisa continua focada nos mesmos temas que influenciam diretamente na escolha de suporte para novas obras. Como define o artista, "não há critério: pode ser uma bigorna e um martelo para falar da seletividade penal do judiciário ou uma vídeo-performance para discutir o genocídio da população negra no Brasil".
#baró, #Campo Minado, #No Martins
14:00 - 19:00
De 3 de agosto de 2019
a 14 de setembro de 2019
Fotografia Moderna 1940 – 1960 Luciana Brito Galeria , Av Nove de Julho 5162 - São Paulo
Pela primeira vez, reúne-se em um casa modernista em São Paulo – a residência Castor Delgado Perez, de Rino Levi, sede da Luciana Brito Galeria – um conjunto expressivo de fotografias de Geraldo de Barros, Gertrudes Altschul, Thomaz Farkas, Ademar Manarini, Paulo Pires, Marcel Giró, Gaspar Gasparian, Eduardo Salvatore e Mario Fiori, representantes da vertente moderna da fotografia brasileira, linguagem que mudou radicalmente o conceito do que é arte no universo da fotografia e das artes visuais. Realizada em parceria com Isabel Amado, a exposição Fotografia Moderna 1940 – 1960 tem abertura em 29 de junho e pode ser visitada até 25 de agosto.
11:00 - 17:00
De 29 de junho de 2019
a 25 de agosto de 2019
Alex Cerveny: Palimpsesto Museu Lasar Segall , Rua Berta, 111 - Vila Mariana, São Paulo - SP, 04120-040
A exposição Alex Cerveny: Palimpsesto apresentará um panorama do trabalho gráfico do artista nascido em São Paulo em 1961, cuja gênese remonta ao ano de 1981, quando iniciou estudos de gravura e impressão. No conjunto de 44 gravuras e 16 matrizes, de notável coerência estética, o público terá a chance de ver as inúmeras possibilidades da gravura como meio artístico. Provas de impressão e de estado serão apresentadas junto a tiragens numeradas, revelando os diferentes momentos do processo da gravura, usualmente limitada a uma imagem final.
15:00 - 18:00
De 29 de junho de 2019
a 21 de outubro de 2019
Ana Prata Auroras , Avenida São Valério, 426, 05603-011 São Paulo, Brasil
Reunindo um conjunto de 32 desenhos, biombos e uma grande pintura, Ana Prata apresenta uma nova exposição no auroras. Os trabalhos, que variam de tamanho e tratamento pictórico com bastante desenvoltura, exploram diferentes códigos visuais, alimentando um vocabulário que evoca tanto imagens bastante figurativas até o desenvolvimento de padrões decorativos e anotações gráficas.
15:00 - 18:00
De 29 de junho de 2019
a 24 de agosto de 2019
1 2

 

Assine nossa newsletter