50 anos do MASP na Avenida Paulista

*Por Fábio Magalhães Neste mês de novembro o edifício do MASP, projetado por Lina Bo Bardi, completou 50 anos. Hoje é um ícone da cidade...

Ataque especulativo ou a gambiarra versus o tosco brasileiro

A pesquisadora e professora da UFMG Sabrina Sedlmayer repercute texto do psicanalista Christian Dunker

Enigmas Contemporâneos

Por Alexia Tala, curadora e crítica de arte   A arte contemporânea tem se apresentado como um espaço fértil para desmontar as formas pelas quais a...

Não terminou de acabar

*Por Paulo Miyada. A exposição “AI-5 50 Anos - Ainda não terminou de acabar” encerrou-se no dia 4 de Novembro, uma semana após o término...
Enseada de Botafogo, 1928, de Ismael Nery, nanquim e aquarela sobre papel. Acervo do Museu de Arte Murilo Mendes.

Um centenário passando em brancas nuvens

Um olhar para a amizade entre Ismael Nery e Murilo Mendes, iniciada em 1921, demonstra que há ainda muito a se estudar e escrever sobre o desenvolvimento particular do surrealismo no Brasil
Obra de Heitor dos Prazeres, artista importante para os estudos de arte afro-brasileira

Do que falamos quando falamos de arte afro-brasileira?

Se a história, a memória, a arte e a ciência dos excluídos, dos divergentes e periféricos são convocadas a depor sobre o momento de agora, isso denuncia a emergência via insurgência dos atores que exigem protagonismo, mas também aponta a exaustão de um modelo político e econômico que nos seus estertores ameaça a vida no planeta

Muvuca

Artista escreve sobre À Nordeste na Sala de Debate, coluna colaborativa da ARTE!Brasileiros

Escavando o oco do sentido ou o que significa ser-tão?

No contexto do 36o Panorama da Arte Brasileira, que acontece a partir de agosto, convidamos o professor Durval Muniz de Albuquerque Júnior para escrever sobre os sentidos e significados do sertão

Arte!Afro-Brasileiros

“Arte Afro-Brasileira, a propósito, não é um estilo, não é uma vanguarda, sequer mesmo um movimento social ou artístico; é a arte do Brasil – senão pleonasmo”, escreve o pesquisador Renato Araújo em artigo para a arte!brasileiros

Um país esgotado

Para aqueles que reconhecem e sentem em seus corpos a gravidade da crise vivida no Brasil, em suas várias dimensões, é cada vez mais frequente sentir-se esgotado
Fale com a gente