Miguel Rio Branco, marginal na essência

Em cartaz no MASP até 1 de outubro de 2017, a mostra Miguel Rio Branco: Nada Levarei Qundo Morrer apresentou uma seleção de 61 fotografias da famosa...

Instituto Moreira Salles: Um centro cultural de múltiplas vocações

Com a inauguração de sua nova sede paulistana, no dia 20/9, o Instituto Moreira Salles (IMS) inicia uma nova fase. Serão mais de mil...

A sexualidade é sempre difícil de abordar

Em cartaz no Masp, a exposição "Histórias da Sexualidade" busca investigar por meio de quase 300 obras um dos temas mais candentes da humanidade. Como sintetiza...
A cada doze dias e uma carta, Tunga

A filosofia selvagem permanece viva!

Na sexta feira 15 de dezembro, o Masp abriu ao público a visitação da mostra Tunga: O Corpo em Obras, individual que encerra o programa...
Cabrita Reis

Bienal, pero no mucho

Há muito que o formato bienal deixou de ter um único padrão e, mesmo que em geral contenha uma presença multinacional, muitas experiências costumam...
mamba

Foco na produção local

Exposições vibrantes movimentam a cena de Buenos Aires para além da Bienalsur que surgiu em 2017 na Argentina. O Museu de Arte Latinoamericano de...

Lenora de Barros enfrenta o medo

Alguns meses de pesquisa em Nova York  colaboraram para a entrada de Lenora de Barros num trabalho mais manual, mais artesanal, mexendo com cerâmica. Na...
wesley duke lee

Miami Art Basel expõe trabalhos de diversas fases da carreira de...

Não faço um texto linear para falar de Wesley Duke Lee, artista multifacetado, cheio de narrativas transterritoriais, inventor de identidades múltiplas fragmentadas, que desde sempre...
monica nador

Com Mônica Nador, todo mundo é artista

Um retrato estilizado do subcomandante Marcos, o porta-voz do movimento zapatista no México, estampava um dos tecidos expostos na mostra Mônica Nador + JAMAC +...