Início Tags Artebrasileiros-57

Tag: artebrasileiros-57

Foto horizontal, colorida. Ateliê de Arthur Piza

Arthur Piza e seu legado para uma eterna ponte com a arte

Em Paris, a arte!brasileiros entrevistou a historiadora da arte Betina Zalcberg, integrante do conselho do Fundo Arthur Luiz Piza e amiga do artista falecido em 2017
Foto horizontal, colorida. Obra MASSACRE NA COREIA de Pablo Picasso, exposta em Picasso dividido

“Picasso dividido”: o artista e a sua imagem nas Alemanhas comunista e capitalista

O artista catalão é colocado na berlinda pelas duas Alemanhas ainda divididas na Guerra Fria, em exposição polêmica no Museu Ludwig, em Colônia
Instalação de Urs Fischer na rotunda da Bolsa de Comércio de Paris

Paris: restauro e cultura da memória

Em momento de relativa trégua da pandemia que nos assola há quase dois anos, Paris aproveitou para apresentar algumas de suas novidades com jóias da contemporaneidade

Editorial: tudo em xeque

Leia o editorial da edição #57 da arte!brasileiros, por Patricia Rousseaux
Grand Palais Ephemere, onde ocorreu a Feira Internacional de Arte Contemporânea (FIAC) de Paris em 2021. Foto: Hélio Campos Mello

Ainda tateando, feiras, museus e instituições culturais internacionais voltam para o modelo presencial

A arte!brasileiros esteve na FIAC, em Paris, realizada este ano em construção temporária no Champ de Mars; saiba quais foram alguns dos destaques da feira
Jérémy Chabaud, vencedor do Prêmio Arthur Piza e atual diretor da Association Jeune Création

Artistas, jovens e colaborativos

Instituído por Clelia e Arthur Piza, prêmio é estímulo para brasileiros e franceses desde 2014
Danilo Miranda, diretor-geral do sesc-sp

Danilo Miranda: seguindo em frente sem restrições

Apesar da tragédia da pandemia, de um governo que ataca cultura, conhecimento e ciência e das constantes ameaças ao Sistema S, Danilo Miranda afirma que o Sesc-SP segue firme em sua missão de promover o bem-estar e a cultura (em seu sentido mais amplo)
videobrasil

Videobrasil: quatro décadas com as lentes voltadas para o Sul

Após período instável, Videobrasil anuncia para 2023 a realização da 22ª Bienal Sesc_Videobrasil, 40 anos após o primeiro festival
Foto vertical, colorida. Capa do livro TEMPOS MODERNOS: ARTE, TEMPO, POLÍTICA, de Jacques Rancière

Rancière revê modernismo

Em "Tempos modernos – arte, tempo, política", autor usa como referências apenas textos de homens brancos da Europa e Estados Unidos
Foto horizontal, colorida. Obra de Luisa Lerman escolhida para a BIENALSUR

Meio ambiente, migrações e identidades dão a tônica na BIENALSUR

Organizado a partir de Buenos Aires, mas sediado este ano em 23 países - e no ambiente virtual -, terceira edição do evento trata de temas contemporâneos e tenta consolidar-se como modelo alternativo às bienais tradicionais
EnglishPortuguese