Colaboradores da edição #54Da redação

Colaboradores

Colaboradores da edição #54 da ARTE!Brasileiros

Editorial: Na debacle...Por Patricia Rousseaux

Editorial

Leia o editorial da nova edição, por Patricia Rousseaux, Diretora Editorial da arte!brasileiros

Tudo é lutaPor Fabio Cypriano

Debate

No livro “O que vem depois da farsa?”, Hal Foster analisa efeitos do trumpismo no cenário das artes norte-americano e aponta formas de resistência

Primeiro os gestos, depois as palavrasPor Marcos Grinspum Ferraz

Entrevista

Benjamin Seroussi, diretor da Casa do Povo, fala sobre os motivos de o centro cultural ter passado a agir diretamente, não só no ambiente virtual, durante a crise causada pela pandemia (e pelo governo) e destaca as dificuldades e soluções para financiar as atividades

Lives, um tormento necessárioDa Redação

O Virtual na Pandemia

Em tempos de intensa atuação virtual de instituições e profissionais da arte, selecionamos algumas iniciativas que se destacaram neste contexto

Um vasto arquivo público sobre a curadoria no BrasilPor Marcos Grinspum Ferraz

O Virtual na Pandemia

Em mais de uma centena de entrevistas realizadas virtualmente com curadores, Raphael Fonseca apresenta a pluralidade de profissionais do país, suas histórias, pesquisas e as dificuldades para se trabalhar em um mercado bastante precário

A força da empatiaPor Fabio Cypriano

Exposições

Imagens feitas por Madalena Schwartz da cena trans paulistana dos anos 1970 revela cumplicidade da fotógrafa com pessoas à frente de sua câmera

A Graça da FéClaudinei Roberto da Silva

Exposições

Max Wíllà Morais elabora um universo lastreado no invisível e no visível, no resgate ritualizado da sua ancestralidade afro-diaspórica, da sua religiosidade sincrética e na organização de um mundo que dá significado novo e sensual as matérias sobre as quais atua

“Acontece que somos canibais!”, diz o pop tropicalista de Glauco RodriguesPor Leonor Amarante

Exposições

Considerado um artista atual pelo crítico francês Nicolas Bourriaud, Rodrigues carnavalizou a história visual do Brasil dentro de um mundo eclético, ora esfuziante, ora apocalíptico

Infinito Vão: uma abordagem singular sobre a história da arquitetura brasileiraPor Leonor Amarante

Exposições

Com curadoria de Guilherme Wisnik e Fernando Serapião, mostra divide-se em seis núcleos pautados em versos de músicas que marcaram períodos diferentes da cultura nacional

Os robôs serão os artistas do futuro?Por Miguel Groisman

Reportagem

Arte realizada por Inteligência Artificial gera reflexões sobre a natureza da criatividade, a importância da experiência na criação e as barreiras éticas do desenvolvimento tecnológico

O (não) mercado da inclusãoPor Giulia Garcia

Reportagem

Artistas refletem sobre os dilemas da inclusão de pessoas com deficiência no mundo das artes e falam sobre capacitismo e acessibilidade nas experiências estéticas

Cidade Matarazzo, 
arte contemporânea
 e neoliberalismoPor Pollyana Quintella

Artigo

A partir do luxuoso empreendimento imobiliário que está sendo construído
em São Paulo, a curadora e pesquisadora aponta para o perigoso uso da arte contemporânea pela lógica neoliberal, questiona o modelo capitalista que diz “defender” a diversidade e discute a precarização das relações de trabalho

Uma vida “ordinária” extraordináriaDa Redação

Homenagem

Cerca de um mês após a morte do crítico e curador britânico Guy Brett, a curadora chilena Alexia Tala escreve sobre a personalidade e o pensamento de uma das figuras mais relevantes para a difusão da arte latino-americana, especialmente a brasileira, em terras europeias

Um centenário passando em brancas nuvensPor Tadeu Chiarelli

Coluna

Um olhar para a amizade entre Ismael Nery e Murilo Mendes, iniciada em 1921, demonstra que há ainda muito a se estudar e escrever sobre o desenvolvimento particular do surrealismo no Brasil

Mapeando os papéis da subversãoPor Maria Hirszman

Livros

Atividade do Deops entre os anos 1920 e 1950 é reunida pela historiadora Maria Luiza Tucci Carneiro para analisar os rumos das artes gráficas de resistência no Brasil

Rodrigo Naves fala sobre seu novo livro, “Van Gogh: A Salvação pela Pintura”Por Gabriel San Martin

Livros

Escritor propõe que, mais do que representar as dificuldades de sua vida, Van Gogh teve por motivo a criação de composições ligadas a uma tentativa de salvação através do trabalho, base do pensamento calvinista

Fale com a gente