Hugo Possolo. FOTO: Coletivo Garapa

Em mais uma nomeação para cargos do primeiro escalão da área cultural na cidade de São Paulo, o dramaturgo, diretor de teatro e palhaço Hugo Possolo, um dos fundadores do Grupo Parlapatões, assumirá a direção artística do Theatro Municipal. Possolo aceitou o convite do novo secretário de Cultura, Alê Youssef, chamado pelo prefeito Bruno Covas (PSDB) para substituir André Sturm no cargo.

No novo time formado por Youssef estão também a jornalista Josélia Aguiar na direção da Biblioteca Mário de Andrade, a cineasta Laís Bodanzky na Spcine, a jornalista e consultora de moda Erika Palomino no Centro Cultural São Paulo, o ator e diretor Pedro Granato na coordenação dos teatros e centros culturais da Secretaria da Cultura e o rapper Xis como assessor na área de hip-hop.

Em nota enviada à imprensa, a Secretaria Municipal de Cultura disse que “a escolha de Possolo reflete um esforço de reconexão com a característica multicultural e popular do Theatro, representada pela Semana de Arte Moderna de 1922. A primeira ação do novo diretor será ocupar os dias e espaços vagos do Theatro Municipal, sem prejuízo da programação estabelecida dos corpos artísticos, para o desenvolvimento do projeto Novos Modernistas”. Possolo também irá dirigir uma ocupação na Praça das Artes, que terá início no dia 23 de março.

Em suas redes sociais, o dramaturgo escreveu: “É com muito entusiasmo que aceitei o convite (…). Agradeço a confiança, ciente do enorme valor simbólico desse espaço cultural e da imensa responsabilidade que significa. Além de um dos mais importantes do país, o Municipal abriga corpos estáveis que primam pela excelência artística, que orgulham os paulistanos. Somada à Praça das Artes, que terá uma nova programação para ampliar sua vocação de diálogo com o centro, tenho a tarefa de estimular e difundir as mais variadas formas de expressão artística que representam o multiculturalismo que faz a cara de São Paulo”.

Cadastre-se na nossa newsletter

Deixe um comentário

Por favor, escreva um comentário
Por favor, escreva seu nome