Participantes do seminário. FOTO: Divulgação

Organizado pela ARTE!Brasileiros e pelo Itaú Cultural, o seminário “Gestão Cultural: Desafios Contemporâneos” acontecerá na próxima segunda-feira, dia 21, das 18h30 às 21h no Itaú Cultural, em São Paulo. Com a presença de gestores, especialistas e artistas, o evento será dividido em duas mesas e pretende lançar luz sobre temas essenciais nos tempos atuais (clique aqui para se inscrever gratuitamente).

A gestão cultural é hoje objeto de importantes cursos de especialização nas principais universidades nacionais e tem resultado em pesquisas, artigos e livros no Brasil e no mundo. Questões acadêmicas, jurídicas, econômicas e políticas são discutidas em um contexto de aceleração das mudanças socioculturais, onde questões migratórias, de gênero, discriminação racial, entre outras, aparecem dia a dia na pauta dos equipamentos culturais. Estas e outras questões têm apresentado verdadeiros desafios para aqueles que estão no comando de instituições públicas e privadas.

Na primeira mesa, Eduardo Saron, dirigente do Itaú Cultural, Fabio Szwarcwald, diretor-presidente do EAV Parque Lage, e Jochen Volz, diretor geral da Pinacoteca, falam sobre suas atuações nas instituições que comandam e sobre os desafios e possibilidades que enxergam no contexto atual. Na segunda mesa, os artistas Gabriela Noujaim e Jonathas de Andrade e as pesquisadores especialistas em gestão cultural Ana Carla Fonseca e Kátia Araújo de Marco Scorzelli falam sobre suas experiências pessoais e sobre temas como financiamentos públicos e privados, formas alternativas de sobrevivência e soluções criativas, entre outros.

Veja abaixo os currículos resumidos de cada um dos participantes:

Eduardo Saron é dirigente do Itaú Cultural há 17 anos. Conselheiro da Fundação Bienal de São Paulo, Conselheiro do Museu de Arte de São Paulo (Masp),  Instituto CPFL, SP Companhia de Dança, do Conselho Nacional de Políticas Culturais do Ministério da Cultura, Tv Cultura e do Museu Judaico de SP. Diretor do MAM (Museu de Arte Moderna desde Maio de 2019) e Presidente do Conselho de Cultura do Estado de SP (Governo de SP- Abril de 2019).

Fabio Szwarcwald é Diretor-Presidente do EAV Parque Lage, economista e colecionador de arte. Faz parte do conselho do New Museum, de Nova York, da Residência Artística Capacete e do conselho de aquisição de acervo do Museu de Arte Moderna (MAM), ambos do Rio de Janeiro. Formado pela UERJ, Szwarcwald tem MBA em gestão empresarial pela Fundação Getúlio Vargas, MBA em finanças pelo IBMEC e estudou negociação no programa para executivos Wharton, da Universidade da Pensilvânia. Como executivo, trabalhou na Trader Renda Fixa, foi gerente comercial e superintendente do Banco Votorantim, foi vice-presidente do Private Banking do Credit Suisse Hedging Griffo. Foi ainda vice-presidente da Associação de Amigos da Escola de Artes Visuais (AMEAV) por cinco anos, e foi vice-presidente do conselho da organização social OCA Lage, que administrou a EAV e a Casa Brasil-França de 2014 a 2016.

Jochen Volz é Diretor Geral da Pinacoteca de São Paulo. Foi curador do Pavilhão do Brasil na 53ª Biennale di Venezia em 2017 e curador da 32a Bienal de São Paulo em 2016. Foi Diretor de Programação da Serpentine Galleries em Londres (2012 a 2015), Diretor Artístico do Instituto Inhotim, Minas Gerais (2005 a 2012) e curador do Portikus, em Frankfurt, Alemanha (2001 a 2004). Foi co-curador da mostra internacional da 53ª Bienal de Veneza (2009) e da 1ª Aichi Triennial, em Nagoya, Japão (2010) e curador convidado da 27a Bienal de São Paulo (2006), entre outras colaborações em exposições em escala internacional. Possui mestrado em história de arte, comunicação e pedagogia pela Humboldt Universidade de Berlin (1998). Vive em São Paulo.

Kátia Araújo de Marco Scorzelli é doutoranda em Museologia pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologia, Mestre em Ciência da Arte e graduada em Ciências Sociais, ambas pela Universidade Federal Fluminense. Foi Subsecretária de Cultura de Niterói, além de professora do Departamento de Artes da Universidade Federal Fluminense. Fundou e preside a Associação Brasileira de Gestão Cultural – ABGC e é coordenadora acadêmica do Programa de Pós-Graduação em Estudos Culturais e Sociais – PECS, da Universidade Candido Mendes, onde também co-coordena os MBAs em Gestão Cultural, em Produção Cultural e Entretenimento e em Gestão em Museus. É gestora do projeto Dialogue Café Rio, ONU/ UNAOC/UCAM e também é Diretora do Museu Antonio Parreiras SMU/SECEC/RJ.

Gabriela Noujaim é artista e se insere em uma tradição de exploração dos limites e possibilidade da gravura, com nomes como Fayga Ostrower, Anna Letycia, Anna Maria Maiolino, Anna Bella Geiger e Leya Mira Brander, para citar algumas. Formada em Gravura pela Escola de Belas Artes da UFRJ em 2007, a artista vem estruturando sua poética a partir do interesse pela imagem técnica construída a partir de vídeos, fotografias e, mais inicialmente, a gravura, e pela ideia de fixar uma imagem no tempo.

Ana Carla Fonseca é administradora Pública (FGV) e economista, Mestre cum laude em Administração, Doutora em Urbanismo (USP – primeira tese brasileira em cidades criativas. É diretora da Garimpo de Soluções, consultora e conferencista em 5 línguas, 207 cidades e 32 países. Assina diversos livros pioneiros, em economia da cultura, cidades criativas, cultura e transformação urbana, tendo sido agraciada com o Prêmio Jabuti em Economia e finalista em Urbanismo. Presença constante na imprensa, foi coordenadora técnica do projeto Território Criativo DF e de vários ciclos de mapeamento de singularidades criativas pelo Brasil. É assessora para a ONU e o BID em economia criativa e cidades, conselheira da Página 22, da Virada Sustentável e da premiação mundial Wellbeing Cities Award. Venceu o Prêmio Claudia, em Negócios e foi apontada pelo El País como uma das oito personalidades brasileiras que impressionam o mundo.

Jonathas de Andrade é artista, trabalha com instalações, vídeos, ações e fotopesquisas. Graduado em Comunicação Social pela Universidade Federal de Pernambuco em 2007, participou da 7ª Bienal do Mercosul (2009) e da 32ª Bienal de São Paulo, entre outras. Participou de residências na Jordânia, na Holanda e na Inglaterra e realizou exposições individuais no Itaú Cultural, na Galeria Vermelho, no New Museum, no Contemporary Art Museum St. Louis, no Museum of Contemporary Art Chicago, no MASP e na Fundação Joaquim Nabuco, entre outros.

Patricia Rousseaux, educadora, fundadora e diretora editorial da ARTE!Brasileiros apresentará e mediará as mesas.

Inscreva-se em nossa newsletter

   

Deixe um comentário

Por favor, escreva um comentário
Por favor, escreva seu nome