Museu de Artes e Oficios - Sesi traz programação pensada para a Semana Nacional de Museus. Foto: Reprodução
19ª Semana Nacional de Museus acontece entre os dias 17 e 23 de maio

Estamos transformando os museus ou apenas os mantendo? Como estabelecemos as relações das instituições culturais com as pessoas, os territórios e as sociedades, delineando futuros? Essas são algumas das perguntas propostas pela 19ª Semana Nacional de Museus (SNM). Com o tema “O futuro dos museus: recuperar e reimaginar”, ela acontece de 17 a 23 de maio com programações virtuais desenvolvidas por instituições de todo o Brasil. 

Promovida pelo Conselho Internacional de Museus (Icom) e pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), a temporada cultural acontece anualmente desde 2003. Cada edição conta com um tema distinto, que serve como mote norteador para as instituições participantes, mas mantém os mesmos objetivos: promover e valorizar os espaços culturais, assim intensificando o envolvimento com a sociedade e aumentando o público visitante. Desde 2019, participam do evento instituições de todas as unidades federativas do país, desde aquelas localizadas em grandes metrópoles até as de pequenos municípios.  

Após mais de um ano de pandemia de Covid-19 e em meio a uma significativa adaptação ao universo virtual, parece inevitável lançar um olhar para o amanhã. Para a organização da SNM, isso está intrinsecamente ligado às atividades museais, ao que os acervos e as práticas e performances apresentados a público, estimulam e projetam narrativas. Porém, como pontua o Ibram em nota oficial: “Reimaginar um futuro para os museus significa não apenas dialogar com os avanços tecnológicos e os recursos e ferramentas deles advindos, mas também compreender como afetam nossa maneira de ser e estar no mundo”. Para a organização do evento, “inserir-se no futuro é, sobretudo, contribuir para um presente mais digno para a humanidade e para o planeta que habita. Significa enfrentar as barreiras daquilo que está secularmente musealizado, reinterpretar o passado, reparar os erros, rever memórias e reimaginar histórias”.

Museu de Artes e Oficios – Sesi traz programação pensada para a Semana Nacional de Museus. Foto: Reprodução

Neste ano, a programação é focada no virtual e acontece em todas as regiões do Brasil, com 660 museus participantes e mais de 1700 atividades, entre palestras, exposições, oficinas, debates e muito mais. 

Para que possa acompanhar de perto a Semana Nacional de Museus com atividades voltadas para o mundo das artes, a arte!brasileiros destaca algumas atividades de instituições de diferentes regiões do Brasil. No guia lançado pelo Ibram e pelo Icom, você tem acesso à programação completa do evento (acesse o guia clicando aqui).

O Centro Cultural Dragão do Mar tem ampla programação na Semana Nacional de Museus. Foto: Reprodução

Nordeste 

Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura – Fortaleza (CE)

  • 19/05 às 15h: Núcleos Educativos do Museu da Cultura Cearense e do MAC Dragão realizam debate ao vivo para traçar caminhos sobre o museu do futuro. Transmissão pelo canal Youtube.
  • 20/05 às 16h: Live MAC Dragão. Transmissão pelo canal Youtube.
  • 21/05 às 09h: Lançamento da Mini publicação Coletiva. Transmissão pelo canal Youtube.
  • 22/05 às 16h: Oficina MAC Dragão. Transmissão pelo Instagram @macdragao.
  • 23/05 às 16h: Lançamento da publicação Um desvio nem sempre é um atalho, do Educativo MAC Dragão. Transmissão pelo Instagram @macdragao.

MAMAM – Museu de Arte Moderna Aloísio Magalhães – Recife (PE)
O MAMAM se dedicou a uma produção exclusiva para as redes sociais do museu. Entre os dias 17 e 19 de maio, publica uma série de reflexões em vídeo sobre temáticas relacionadas ao futuro dos museus. Entre os dias 19 e 21, realiza mediações online sobre obras de seu acervo e as ações Passado/Presente/Futuro de interação com o público nas mídias do museu, sempre às 17h. As mediações online se debruçam sobre Cambraieta, de Izidório Cavalcanti; Composição Abstrata, de Mirella Andreoti; e NU-MULHER, de Marianne Perretti. Todo o material ficará disponível para consulta posteriormente. Acesse as redes sociais do MAMAM clicando aqui

MUNCAB – Museu Nacional da Cultura Afro-Brasileira – Salvador (BA)
No dia 17 de maio, o MUNCAB lançou seu novo site, onde está disponível o acervo expositivo do museu online.

  • 19/05 às 8h: Abertura da exposição virtual no site da instituição.
  • 19/05 às 19h: Live com artistas da exposição virtual do museu.
  • 20/05 às 19h: Live de lançamento da exposição.
  • 21/05 às 19h: Live sobre as futuras ações digitais do museu: os planos para exposições virtuais 360°.

Norte

Museu da Cidade de Manaus – Manaus (AM)
Programação transmitida pelo canal de Youtube da instituição.

  • 19/05 às 19h: Seminário Impacto na cadeia econômica cultural com a paralisação de um Museu, com participação de Leonardo Novellino, do Museu da Cidade de Manaus, e Marina Toledo, do Museu da Língua Portuguesa São Paulo.
  • 20/05 às 19h – Seminário Espaços Sacros de Manaus, com a teóloga Carmem Nóvoa, a arqueóloga Arminda Mendonça, o arquiteto Bepi Sirino e Edivan Viriato, especialista em História e Cultura Afro-brasileira.
  • 21/05 às 19h: Seminário Praças como museus a céu aberto, com Vanessa Benedito, historiadora e arqueóloga, e João Paulo Barreto, antropólogo e professor.
  • 23/05 às 19h: Seminário Grafismo Indígena e seu futuro – Recuperar e Reimaginar, com Ludimar Kokama, membro da Coordenação dos Povos Indígenas de Manaus e Entorno – COPIME.

Coleção Amazoniana de Arte da Universidade Federal do Pará
A instituição promove em seu canal de Youtube a série de conversas Vozes Amazonianas: Reimaginando Coleções.

Durante a Semana Nacional de Museus, o Museu Afro-Brasil disponibiliza leituras de obras em suas redes. Dentre os artistas selecionados, está Sidney Amaral. Foto: Divulgação

Sudeste

MAM São Paulo – São Paulo (SP)

  • 20/05 às 16h: Encontro prático virtual de escuta de imagens com Elidayana Alexandrino. Como estamos nos relacionando com a quantidade de imagens que vemos e produzimos diariamente? Será que também nos tornamos imagens na era das multitelas? Encontro via plataforma Zoom, necessária inscrição prévia (clique aqui).
  • 21/05 às 16h: Oficina virtual Qualquer lugar é minha terra. Inspirada na obra Anywhere is my land, de Antonio Dias, na qual o artista afirma seu pertencimento a qualquer lugar do mundo, serão criados mapas afetivos, pensando o território poético expandido de cada participante, a partir de coletas de vivências e experiências pessoais e organização das histórias de vida. Oficina virtual na plataforma Zoom, necessária inscrição prévia (clique aqui).

Museu Afro-Brasil – São Paulo (SP) 

O museu abre visitas virtuais a fim de apresentar seus núcleos temáticos e gerar uma reflexão acerca dos desafios e potencialidades de mediação virtual. São necessárias inscrições prévias para as visitas, que serão realizadas via Plataforma Zoom. Além disso, em ocasião da Semana Nacional de Museus, a instituição disponibiliza em suas redes sociais, leituras de obras que compõem seu acervo, fornecendo estratégias de leitura e buscando aproximar o público do acervo.

Museu de Arte da Pampulha – Belo Horizonte (MG)

  • 22/05 às 15h: Oficina convida crianças e famílias a experimentarem processos criativos ligados ao universo do livro de artista e seus desdobramentos. Inscrições em map.educativo@pbh.gov.br

SESI Museu de Artes e Ofícios – Belo Horizonte (MG)

  • 20/05 às 10h: Visita mediada virtual para o público infantil via Instagram.
  • 20/05 às 19h: Roda de conversa com especialistas convidados para discutir a visão e a “reimaginação” dos museus. Inscrições no site da instituição, clique aqui.
  • 21/05 às 10h: Mesa redonda sobre a relação entre museus, arte e tecnologia social. Como pensar um presente mais digno para a humanidade e um ambiente mais sustentável para um futuro transformador a partir dos museus, da arte e da tecnologia social? Inscrições no site da instituição, clique aqui.

Pinacoteca de São Paulo – São Paulo (SP)

Durante a Semana Nacional de Museus, a Pinacoteca lança vídeo-visitas para professores,  integrando o acervo do Memorial da Resistência e da Pinacoteca de São Paulo com o objetivo de evidenciar suas potencialidades pedagógicas.

Reprodução do e-book “Museu Paulista e as memórias narrativas de Aimé-Adrien Taunay e Hercule Florence”, lançado pelo corpo docente do Museu Paulista e pelo Instituto Hercule Florence no último dia 18.

Sul

Centro Histórico Cultural Santa Casa – Porto Alegre (RS)
Transmissões pelo canal de Youtube do CHC SANTA CASA.

  • 19/05 às 19h: Live Museus em tempo de pandemia, com Profa. Dra. Zita Rosane Possamai e Profa. Dra. Ana Celina Silva.
  • 26/05 às 19h: Live Salvando a Monalisa, com Karine da Costa Lima. 

MAC Paraná – Curitiba (PR)

  • 19/05 às 17h: Mesa-redonda sobre NFTs e Arte Digital com Jack Holmer e Ana Lesnovski. Transmissão pelo canal de Youtube do MAC Paraná.

Museu de Arte Leopoldo Gotuzzo – Pelotas (RS)

  • 19/05 às 19h: Exibição de imagens da exposição O Eu: entre o autorretrato e a selfie, no jardim do museu.

Centro-Oeste

Museu Correios – Brasília (DF)
A instituição promove um tour virtual pela calçada do Museu Correios, apresentando os quatro painéis de vidrotil realizados pela artista plástica Martha Poppe. 

Museu de Arte Sacra do Mato Grosso – Cáceres (MT) 

  • 20/05 às 19h: Live O presente e o futuro da Arte Sacra
  • 21/05 às 14h: Oficina de arte religiosa contemporânea e suas novas linguagens.
  • 21/05 às 19h: Live O presente e o futuro da arte sacra

Inscreva-se em nossa newsletter

   

Deixe um comentário

Por favor, escreva um comentário
Por favor, escreva seu nome