O MAR, na Praça Mauá, Rio de Janeiro. Foto: Divulgação

Em meio a uma grave crise financeira e política que envolve o Museu de Arte do Rio (MAR) – junto a tantas outras instituições culturais da cidade e do país –, a Prefeitura do Rio repassou a quantia de R$ 451 mil para o museu carioca, garantindo seu funcionamento pelo menos até o fim deste ano.

O dinheiro depositado para o MAR garante também o fim do aviso prévio dado aos funcionários em novembro. Segundo as informações divulgadas, a pauta agora é o pagamento do R$ 1,5 milhão que ainda está atrasado e a renovação do contrato de concessão do Instituto Odeon por mais um ano.

Para 2020, o órgão já tem uma série de atividades programadas, como explicou o crítico e curador Paulo Herkenhoff em depoimento à ARTE!Brasileiros (leia aqui). Os patrocínios privados e apoios para o próximo ano – o instituto Itaú Cultural, por exemplo, além de emprestar a obra “Spider”, de Louise Bourgeois, vai aportar R$ 500 mil para a inauguração da exposição – não suprem ainda as despesas de custeio, que têm que ser garantidas pela Prefeitura.

Cadastre-se na nossa newsletter

Deixe um comentário

Por favor, escreva um comentário
Por favor, escreva seu nome