Em seus 10 encontros, a partir de 18 de agosto, o curso produzirá uma reflexão crítica sobre a narrativa estabelecida a respeito do modernismo paulistano no campo das artes visuais, sublinhando um dado crucial e polêmico, porém até o momento pouco explorado: o fato de que a maior parte da produção modernista estava mais ligada às correntes conservadoras da arte internacional do período entre guerras, e não propriamente às vanguardas históricas.

Paradoxalmente, ao modernismo paulistano não interessava o circunstancial e o efêmero – questões tão caras à modernidade “clássica” –, e sim o estável, o constante, o eterno. Nesses meses que antecedem as comemorações do Centenário da Semana de Arte Moderna de São Paulo, Modernismo paulistano: entre a circunstância e o efêmero se apresenta como uma plataforma de debate desejável para que o modernismo possa ser pensado a partir de outras bases.

Professores tem 50% de desconto. Cadastre-se: bit.ly/modernismo-professores

Professor: Tadeu Chiarelli

Tadeu Chiarelli – Possui graduação em Educação Artística (1979), Mestrado (1989) e Doutorado (1996), pela Universidade de São Paulo. Prestou concurso para Livre-Docência, em 2005, e para Professor Titular, em 2010, também pela USP. Professor junto ao Departamento de Artes Plásticas, leciona na Graduação e Pós-Graduação. Orientador junto ao Programa de Pós- Graduação de Artes Visuais. Área de Concentração: Teoria, Ensino e Aprendizagem da Arte; Linha de Pesquisa: História, Crítica e Teoria da Arte. Atuação: História da Arte, Teoria da Arte, Crítica da Arte, Arte e Fotografia, Arte Brasileira Contemporânea. Entre 1996 e 2000 foi Curador-Chefe do Museu de Arte Moderna de São Paulo. Entre agosto de 2007 e maio de 2010 foi Chefe do Departamento de Artes Plásticas. Coordena o Centro de Estudos Arte&Fotografia e o Grupo de Estudos em Crítica de Arte e Curadoria, ambos no Departamento de Artes Plásticas da ECA-USP. Tem livros publicados sobre Arte e Crítica de Arte no Brasil. Possui bolsa produtividade CNPq (Nível 2), desde 2009.

Datas

  • Encontro I – “A construção da narrativa ideal sobre o modernismo paulistano”
    quarta-feira: 18 de agosto
  • Encontro II – “A crítica à idealização do modernismo paulistano”
    quarta-feira: 25 de agosto
  • Encontro III – “O Retorno à Ordem Internacional”
    quarta-feira: 1 de setembro
  • Encontro IV – “O Retorno à Ordem na América Latina e no Brasil”
    quarta-feira: 8 de setembro
  • Encontro V – “Anita Malfatti”
    quarta-feira: 15 de setembro
  • Encontro VI – “Di Cavalcanti”
    quarta-feira: 22 de setembro
  • Encontro VII – “Victor Brecheret”
    quarta-feira: 29 de setembro
  • Encontro VIII – “Lasar Segall”
    quarta-feira: 6 de outubro
  • Encontro IX – “Tarsila do Amaral”
    quarta-feira: 13 de outubro
  • Encontro X “– “Conclusões”
    quarta-feira: 20 de outubro

Investimento:
R$ 680,00 em 2 de R$340,00

EnglishPortuguese