De Terra e Gás Casa de Cultura do Parque , Av. Prof. Fonseca Rodrigues, 1300 - Alto de Pinheiros, São Paulo - SP, 05461-010
[PRESENCIAL] Reunindo obras inéditas, a coletiva propõe um diálogo entre as obras de Germana Monte-Mór, Paulo Monteiro e Solange Pessoa - artistas que se estabeleceram na cena de arte nacional entre o início da década de 80 e 90, com ênfase na pesquisa tridimensional e pictórica. Com direção artística de Claudio Cretti, a mostra é exibida a partir de 27 de novembro na Galeria do Parque, como parte do II Ciclo expositivo da Casa de Cultura do Parque.

Funcionamento normal: Quarta a domingo, das 11h às 18h
Início da mostra: 27 de novembro, às 11h 
Fim da mostra: 13 de março de 2022, às 18h
Gargalo Casa de Cultura do Parque , Av. Prof. Fonseca Rodrigues, 1300 - Alto de Pinheiros, São Paulo - SP, 05461-010
[PRESENCIAL] Objetos e imagens estáticas em busca do movimento através de uma passagem fronteiriça e estreita são o mote do conjunto de trabalhos da exposição individual de Luís Teixeira com direção artística de Claudio Cretti. O artista mineiro desenvolve seu trabalho através de experimentações de diferentes suportes artísticos, como pintura, escultura e objetos, propondo contraposições de diversas naturezas. Para a mostra "Gargalo", apresenta um conjunto de 10 obras, dentre elas quatro pinturas-objeto produzidas em 2019, e seis pinturas desenvolvidas entre 2020 e 2021.

Funcionamento normal: Quarta a domingo, das 11h às 18h
Início da mostra: 27 de novembro, às 11h
Fim da mostra: 13 de março de 2022, às 18h
Felice Varini Instituto Artium , Rua Piauí, 874 - Higienópolis, São Paulo - SP - Brasil - 01241-000
[PRESENCIAL] Obras híbridas que misturam cenografia, pintura e fotografia abrem inúmeras possibilidades para o público observar uma cidade, um bairro, um edifício ou um espaço cultural de outras formas. Esse é o mote do trabalho de Felice Varini, artista suíço radicado em Paris, que expõe sua primeira individual no Brasil ocupando os espaços do Instituto Artium com curadoria do francês Franck Marlot.

Funcionamento normal: Terça a domingo, das 9h às 18h
Início da mostra: 11 de novembro de 2021, às 9h
Fim da mostra: 25 de janeiro de 2022, às 18h 
Helena e Riokai: entre Brasil e Japão, Paris Galeria Arte132 , Av. Juriti 132 - Moema, São Paulo (SP)
[PRESENCIAL] Entre o final do século 19 e início do 20, Paris vivia a efervescência da arte. Nesse contexto, dois universos completamente distintos se encontram: o da brasileira Helena Pereira da Silva e do japonês Riokai Ohashi. Ambos foram atraídos pelas saídas aos bairros ermos da capital francesa com a finalidade de pintar. Essa união gerou um casamento e uma arte que absorveu todos esses elementos. Refletindo essa atmosfera por meio de pinturas, desenhos e álbum de fotografias, a exposição "Helena e Riokai: entre Brasil e Japão, Paris" fica em cartaz na Arte132 até 30 de dezembro. A curadoria é de Madalena Hashimoto Cordaro e Michiko Okano.

Funcionamento normal: Segunda a sexta, das 14h às 19h; sábado, das 11h às 17h
Início da mostra: 8 de novembro, às 14h
Fim da mostra: 30 de dezembro, às 19h
Máscaras: fetiches e fantasmagorias Paço das Artes , R. Albuquerque Lins, 1331 - Higienópolis, São Paulo
[PRESENCIAL] Com curadoria de Mirtes Marins de Oliveira, a exposição reúne pinturas, esculturas e instalações que estimulam a reflexão em torno de representações de corpos e objetos, personagens da história da arte, costumes e práticas da sociedade. A coletiva conta com trabalhos dos artistas André Azevedo, Denilson Baniwa, Panmela Castro, Gustavo von Ha, Adão Iturrusgarai, Niobe Xandó, Leonilson, Giuseppe Capogrossi, Luisa Paraguai, Letícia Parente, Gretta Sarfaty, Antony Gormley, Martha Araújo, Efigênia Rolim, Gustavo Torrezan e Leonilson.

Funcionamento normal: Terça a sábado, das 11h às 19h; domingos e feriados, das 12h às 18h
Início da mostra: 27 de novembro de 2021, às 11h
Fim da mostra: 13 de março de 2022, às 18h
Correspondências Galeria Millan , R. Fradique Coutinho, 1360 - Pinheiros, São Paulo
[PRESENCIAL] Individual de Paulo Pasta materializa ideia originada na troca entre o artista e o curador Ronaldo Brito, ocorrida em plena pandemia mundial de Covid-19. Entre grandes e pequenos formatos, os cerca de 20 trabalhos reunidos na exposição trazem à luz a tarefa do pintor e as reflexões do crítico, fruto da tentativa de encontrar um refúgio em meio aos efeitos adversos de uma crise política e sanitária. Nas telas, a construção de movimentos próprios e internos à pintura coexiste com a sensação de um congelamento do tempo real vivido em confinamento e representa, por isso mesmo, um ato de resistência e tenacidade da pintura. De maneira singular, este caráter se mostra, nas palavras de Brito, como “um manifesto discreto contra o imediatismo e o oportunismo”.

Funcionamento normal: Segunda a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 11h às 15h
Início da mostra: 18 de novembro de 2021, às 19h
Fim da mostra:  18 de dezembro de 2021, às 15h
#Galeria Millan, #Paulo Pasta
Rastro traço laço Fortes D’Aloia & Gabriel , R. Fradique Coutinho, 1500 - Vila Madalena, São Paulo - SP, 05416-001
[PRESENCIAL] Individual de Mauro Restiffe apresenta um novo grupo de retratos selecionados a partir do arquivo que vem sendo compilado pelo artista há 30 anos. "As imagens de Restiffe, em vez de capturar um tempo morto, vão propor um jogo de cena no qual todos operam como agentes discursivos, um imbricado na mirada do outro — desta forma, o espectador é tragado pela imagem, absorto em uma dimensão situada entre o passado e o futuro", escreve Bernardo José de Souza no texto crítico. 

Funcionamento normal: Terça a sexta-feira, das 10h às 19h; sábado, das 10h às 18h
Início da mostra: 18 de novembro de 2021, às 17h
Fim da mostra:  29 de janeiro de 2022, às 17h
#Fortes D'Aloia e Gabriel, #Mauro Restiffe
O Meu Trabalho Fortes D’Aloia & Gabriel , R. Fradique Coutinho, 1500 - Vila Madalena, São Paulo - SP, 05416-001
[PRESENCIAL] Jac Leirner e Adriano Costa passaram os últimos dois anos em diálogo, compartilhando o mesmo ambiente e muitas vezes até materiais. A mostra reúne uma seleção das obras produzidas nesse período, trabalhos de autoria única, mas que carregam confluências de uma natureza comum.

Funcionamento normal: Terça a sexta-feira, das 10h às 19h; sábado, das 10h às 18h
Início da mostra: 18 de novembro de 2021, às 17h
Fim da mostra:  29 de janeiro de 2022, às 17h
#Adriano Costa, #Fortes D'Aloia e Gabriel, #Jac Leirner
Carla Chaim: “Febre” Galeria Raquel Arnaud , R. Fidalga, 125 - Vila Madalena, São Paulo - SP, 05432-070
Galeria Raquel Arnaud apresenta Febre individual de Carla Chaim, reunindo obras 30 obras produzidas principalmente durante o período de isolamento social e que marcam uma nova fase de trabalho da artista. Com desenhos, pinturas, esculturas, vídeos e instalação, a mostra ocupa os dois andares expositivos. A curadora Pollyana Quintella, que assina o texto da mostra, diz: “Liberadas de qualquer funcionalidade, as ações de Carla Chaim exploram as rebeliões e levantes que cabem num só corpo. Se a artista costuma ser majoritariamente identificada pela paleta concisa centrada no preto-e-branco, aqui acompanhamos um forte interesse pelo vermelho e suas variações, fruto da busca por uma nova radicalidade e um alargamento dos contornos subjetivos”.

Funcionamento normal: Segunda a sexta, das 11h às 19h. Aos sábados das 11h às 15h.
Início da mostra: 6 de novembro de 2021, às 11h
Fim da mostra: 18 de dezembro de 2021, até às 15h
#Carla Chaim, #Febre, #galeria raquel arnaud
Aurora Incorpora Cobra Coral Auroras , Avenida São Valério, 426, 05603-011 São Paulo, Brasil
[PRESENCIAL] A individual do poeta, músico e artista visual Cabelo é realizada em uma parceria entre as galerias A Gentil Carioca, Bergamin & Gomide e o espaço Auroras. As obras preenchem diversas salas do Auroras, ressoando a concepção de Lygia Clark – “a casa é o corpo” - e trazendo novas pinturas, desenhos, monotipias, esculturas, neons, instalações e vídeos em um ambiente camuflado pelas padronagens características do artista.
Funcionamento normal: Sextas e sábados, de 11 às 18h, ou mediante agendamento.
Início da mostra: 16 de outubro de 2021
Término da mostra: 29 de janeiro de 2022
#A Gentil Carioca, #Auroras, #Bergamin e Gomide, #Cabelo
Ostentar é estar viva – Panmela Castro Galeria Luisa Strina , Rua Padre João Manuel 755 Cerqueira César
A Galeria Luisa Strina apresenta a primeira exposição individual da artista e ativista Panmela Castro, reunindo obras produzidas no último ano e que vão da performance à pintura, passando por suportes tradicionais e mídias pouco ortodoxas. Ostentar é estar viva traz a experimentação estética de Panmela e o impulso social de suas ações. A exposição se apresenta como grande narrativa de encontros, rituais e processos de transformação. Seus trabalhos e ambientes incorporam a multiplicidade complexa da cultura contemporânea, juntando à estética do agora relatos e existências que se afirmam no mundo de modo político, original e apaixonado.

Funcionamento normal: segunda a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 10h às 17h
Início da mostra: 26 de outubro de 2021
Término da mostra: 29 de janeiro de 2022
#Galeria Luisa Strina, #Panmela Castro
O tempo completa: Burle Marx, clássicos e inéditos Casa Roberto Marinho , Rua Cosme Velho, 1105 - Rio de Janeiro - Brasil
“O Tempo Completa: Burle Marx, clássicos e inéditos”, primeira mostra do acervo do Instituto Burle Marx, ocupará toda a área expositiva da Casa Roberto Marinho a partir de 30 de outubro. A exposição traz um mergulho profundo na obra de um dos mais importante paisagistas do século 20, com cerca de 130 peças entre desenhos, fotografias, plantas de projetos, croquis, maquetes, documentos e pinturas, inéditos e clássicos, de Roberto Burle Marx, selecionados pelos curadores Lauro Cavalcanti e Isabela Ono. A primeira exposição do acervo do instituto sem fins lucrativos, criado em 2019, deixa clara a contemporaneidade da narrativa que o paisagista, pintor, desenhista, escultor, litógrafo, serígrafo, designer de joias, explorador botânico, arquiteto e urbanista criou em parceria com seus colaboradores e transformou em missão ao longo de seus 85 anos de vida.

Funcionamento normal: terça a domingo, das 12h às 18h
Início da mostra: 30 de outubro de 2021
Término da mostra: 6 de fevereiro de 2022
#Burle Marx, #Instituto Casa Roberto Marinho
Iberê Camargo: Tudo te é falso e inútil Fundação Iberê Camargo , Av. Padre Cacique, 2000 - Porto Alegre, RS
[PRESENCIAL] FInalizada um ano antes de Iberê Camargo falecer, a série Tudo te é falso e inútil é considerada um dos momentos mais memoráveis de sua obra. As cinco pinturas que integram o conjunto, sendo uma delas proveniente de uma coleção particular, serão apresentadas juntas, pela primeira vez, juntamente a outras 44 obras do acervo da Fundação Iberê. A seleção, que gira em torno da série, destaca obras dos últimos anos da carreira do pintor, incluindo 14 pinturas e 35 guaches e desenhos realizados entre os anos 1990 e 1994.

Funcionamento normal: sexta a domingo, das 14h às 18h, mediante agendamento.
Início da mostra: 2 de outubro de 2021
Fim da mostra: 13 de fevereiro de 2022
#Iberê Camargo
Crônicas Cariocas Museu de Arte do Rio , Praça Mauá, 5, Centro - Rio de Janeiro
[PRESENCIAL] A exposição foi pensada para escutar e discutir o Rio de Janeiro que não está nos livros, mas que figura no imaginário coletivo daqueles que vivem e respiram a cidade em toda sua complexidade. A montagem dá vida às histórias cotidianas; relações com a vizinhança; festas; encontros dos ônibus lotados e calçadas. Por trás daquilo que é exportado ao mundo, propõe-se narrar o Rio que se embeleza e finge não ver os subúrbios. Ao todo, são quase 600 obras de arte — nos mais diversos suportes, como vídeos, objetos, instalações, fotografias e pinturas.

Funcionamento normal: Quinta-feira a domingo, 11h às 18h, mediante compra de ingressos
Início da mostra: 25 de setembro de 2021
Composições para tempos insurgentes Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM Rio) , Av. Infante Dom Henrique, 85 - Parque do Flamengo, Rio de Janeiro - RJ
[PRESENCIAL] Coletiva curada por Beatriz Lemos, Keyna Eleison e Pablo Lafuente combina projetos comissionados com trabalhos dos acervos do museu e de outras coleções. Com cerca de cem obras, "Composições" propõe uma reflexão sobre processos de articulação de vida, a partir de diferentes identidades, temas, formatos e linguagens. A curadoria selecionou trabalhos de Adriana Varejão, Alberta Wittle, Bo Zeng, Brígida Baltar, Castiel Vitorino Brasileiro, Celeida Tostes, Dalton Paula, Daniel Steegmann Mangrané, Franz Krajcberg, Manauara Clandestina, Naomi Rincón Gallardo, Negalê Jones, Nelson Felix, Regina Vater, Tunga e Wanda Pimentel, entre outras e outros.

Funcionamento normal: Quintas e sextas, das 13h às 18h; Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h
Início da mostra: 9 de outubro de 2021
Fim da mostra: 6 de fevereiro de 2022
#Mostra Coletiva, #Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro
Marina Saleme: “Partes” Mul.ti.plo Espaço Arte , Rua Dias Ferreira, 417, sala 206 - Leblon, Rio de Janeiro
[PRESENCIAL] A Mul.ti.plo inaugura a exposição Partes, da artista paulistana Marina Saleme. A mostra traz cerca de 60 obras em pequenos formatos pinçadas de uma numerosa série de desenhos e pinturas feitas por ela ao longo dos últimos três anos. A série de desenhos de Marina Saleme é o resultado de um obsessivo esforço de investigação da artista sobre uma mesma imagem: uma mulher sentada, encolhida, de cabeça baixa, numa atitude profundamente ensimesmada e impactante. De 2019 a 2021, a artista desenhou a mesma figura mais de 1.500 vezes, com tintas, cores, traços e suportes diferentes. Partes apresenta-se também como um recorte intimista da grande instalação que Marina Saleme apresenta no CCBB do Rio, no mesmo período, chamada Apartamento s. Os nomes remetem tanto a um espaço físico como a um espaço emocional: o sentimento de estar sozinho, apartado, sensação intensificada pela pandemia.

Funcionamento normal: Segunda a sexta, das 11h às 18h.
Início da mostra: 7 de outubro de 2021
Fim da mostra: 3 de dezembro de 2021
#Marina Saleme, #Multiplo, #Partes
[PRESENCIAL] CCBB RJ inaugura a exposição Apartamento s, com uma grande instalação da artista paulistana Marina Saleme, com 1500 obras, entre desenhos e pequenas pinturas, recentes e inéditos, produzidos nos últimos três anos, que tratam de temas como a espera, a solidão e a separação. As obras começaram a ser produzidas cerca de um ano antes da pandemia, mas ganharam um novo sentido com o isolamento.  Os trabalhos ocupam uma grande parede, de 5,70 por 14m, na Sala B, no segundo andar do CCBB RJ, do chão ao teto do espaço, formando uma imagem monumental e fragmentada. 
Conhecida pelas pinturas em grandes dimensões, a artista criou, para esta exposição, uma instalação com obras em pequenos formatos, que reproduzem uma mulher sentada, com as mãos nos ombros, a cabeça abaixada, as pernas e os pés tensos. Apesar de reproduzirem a mesma imagem, nenhum é igual ao outro. O nome da exposição, Apartamento s, tem dois sentidos, o de moradia e o de estar apartado.

Funcionamento normal: Domingo a quarta, das 9h às 19h. Quintas aos sábados, das 9h às 20h.
Início da mostra: 6 de outubro de 2021
Fim da mostra: 12 de dezembro de 2021
#CCBB RJ, #Marina Saleme
Birico – Poéticas Autônomas em Fluxo SESC Bom Retiro , Al. Nothmann, 185.
[PRESENCIAL] O Sesc Bom Retiro exibe a exposição coletiva "Birico - Poéticas autônomas em fluxo", composta por obras de mais de 40 artistas, coletivos e grupos que têm em comum a vivência, preocupação social e atuação sociocultural na região central de São Paulo, no território da chamada Cracolândia, no bairro da Luz. As criações são de diversas linguagens artísticas, como lambe-lambes, fotos, peças sonoras, obras tridimensionais e peças gráficas. A exposição recebe 158 obras de artistas que participam de ações solidárias e coletivas existentes nesta região da cidade, além de intervenções poéticas, de reivindicação social, olhares coletivos a respeito do fazer artístico, da paisagem urbana e da resistência das pessoas e coletivos locais.

Funcionamento normal: Terça a sexta, das 14h às 20h. Sábados, das 10h às 16h
Início da mostra: 9 de setembro de 2021, às 10h.
Fim da mostra: 27 de fevereiro de 2022, às 16h
#birico, #sesc bom retiro
10:00 - 16:00
De 09/09/2021
a 27/02/2022
Antonio Dias / Arquivo / O lugar do trabalho Instituto de Arte Contemporânea (iac) , Av. Dr. Arnaldo, 126 - Consolação, São Paulo - SP, 01246-000
[PRESENCIAL] A exposição acompanha fragmentos e rastros materiais das estratégias, ao mesmo tempo políticas e estéticas, delineadas pelo artista durante a década de 1970. Com curadoria de Gustavo Motta, traz ao público notas, projetos, obras, cadernos, publicações, esboços e recortes – oriundos majoritariamente do arquivo de trabalho de Antonio Dias, recém-confiados ao IAC. Esses materiais jogam nova luz sobre os procedimentos de reengenharia subversiva da arte efetuados pelo artista – que configuraram intervenções decisivas no debate coletivo da vanguarda artística brasileira do pós-1964, e cujas reverberações críticas aparecem intensificadas no presente.

Funcionamento normal: Terça a domingo, das 10h às 18h.
Início da mostra: 1 de setembro de 2021, às 10h.
Fim da mostra: 19 de dezembro de 2021, às 18h
#Antonio Dias, #Instituto de Arte Contemporânea
O que se degrada segue em frente Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM Rio) , Av. Infante Dom Henrique, 85 - Parque do Flamengo, Rio de Janeiro - RJ
[PRESENCIAL] A mostra de Ana Clara Tito marca o lançamento do projeto Supernova, que traça um panorama da produção artística contemporânea no Brasil. O programa de exposições individuais cria uma plataforma de obras comissionadas e mapeia as práticas que constituem a contemporaneidade em função de diversos contextos e múltiplas linguagens. A individual de Ana Clara Tito é focada em um trabalho específico que ela nomeia de “complexo, um tipo de obra que prefiro não chamar de instalação”. Apoiada neste conceito, as obras ocuparão as paredes e o piso da área expositiva do MAM Rio, criando um contínuo de objetos, materiais e composições.

Funcionamento normal: Quintas e sextas, das 13h às 18h; Sábados, domingos e feriados, das 10h às 18h
Início da mostra: 9 de outubro de 2021, às 10h
Fim da mostra:  6 de fevereiro de 2022, às 18h
#Ana Clara Tito, #MAM Rio
1 2 3