Exposição “Alex Červený: Mirabilia"

sab16set(set 16)10:00dom10mar(mar 10)18:00Exposição “Alex Červený: Mirabilia"A mostra panorâmica apresenta o universo iconográfico do artista em mais de 40 anos de carreira, com ênfase em sua pesquisa sobre viagens, reais ou oníricas, misturando personagens bíblicos, mitológicos, ícones pop e ilustração científica.Pina Estação, Lg. General Osório, 66, São Paulo - SP

Detalhes

A Pinacoteca de São Paulo, museu da Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Estado de São Paulo, inaugura a exposição Alex Červený: Mirabilia, no 2º andar do edifício Pinacoteca Estação.

A mostra panorâmica apresenta o universo iconográfico do artista em mais de 40 anos de carreira, com ênfase em sua pesquisa sobre viagens, reais ou oníricas, misturando personagens bíblicos, mitológicos, ícones pop e ilustração científica. Com curadoria de Renato Menezes, a exposição contempla trabalhos fundamentais, reunindo obras como Quem não chora não mama (1999), uma das primeiras que realizou, e Aquífera, que esteve na 23ª Bienal de Sydney, em 2021, além de duas pinturas inéditas feitas especialmente para a mostra.

Alex Červený (1963) iniciou sua produção artística nos anos 1980. Desde então, ele vem criando um conjunto de trabalhos que o coloca entre os artistas mais originais e inventivos de sua geração. A mostra na Pinacoteca reúne mais de cem obras, entre azulejos, cerâmicas policromadas, esculturas de bronze, pinturas e gravuras, fruto de um apanhado de referências muito diversas, articuladas com muita erudição e humor, mas que dão conta de demonstrar o que o passado é a matéria-prima de seu trabalho, parafraseando o próprio artista. Com rigor e coerência plástica, o artista criou um universo particular em que o ser humano, a palavra, a paisagem e o céu são os protagonistas.

SOBRE A EXPOSIÇÃO
Alex Červený: Mirabilia é a exposição mais abrangente do artista, e ressalta o uso de suportes diversos com os quais trabalha. Dominando a técnica da pintura em cerâmica com destreza, Červený produziu uma série de trabalhos em azulejo, no qual o conjunto constitui o maior já apresentado até hoje. São 20 peças de azulejo e 7 pratos de cerâmica. Além disso, estão dispostas na sala expositiva uma coleção excepcional de esculturas em bronze, que configuram um conjunto de símbolos muito próprios do artista, retomados em outros trabalhos como Glossário dos nomes próprios (2015) e Para além do bem e do mal (2015).

De formação independente, Červený tem uma produção prolífica, caracterizada pelo exercício constante de revisitar o próprio trabalho e temas retratados em suas obras. Paisagens amplas em que aparecem imagens de sonhos e fantasias, ícones pop e figuras mitológicas; elementos da natureza como água, fogo e terra; figuras masculinas de braços levantados; imaginários de início do mundo e do apocalipse. São diversas as referências do artista paulistano vistas em obras fundamentais, como um conjunto de cinco pinturas em pequeno formato, considerado seu primeiro exercício em pintura a óleo, Sair, fazer compras, ver gente bonita, pegar um cineminha!
(2012) e Guanabara (2011).

Duas pinturas panorâmicas foram realizadas especialmente para a mostra na Pinacoteca. Para Cándido López (2023) é uma homenagem ao artista argentino que perdeu parte do braço direito ao lutar na Guerra do Paraguai. Ao reaprender a pintar com a mão esquerda, tornou-se um célebre pintor de cenas panorâmicas de batalha. Luz del Fuego (2023) coloca a dançarina brasileira Dora Vivacqua (Espírito Santo, 1917-1967) no centro do quadro, homenageando a personagem conhecida por adestrar serpentes. No quadro, o artista revisita temas caros ao seu repertório iconográfico, entre os quais a ilha, como alegoria da solidão, e a nudez, como signo da vulnerabilidade do corpo no mundo.

Serviço
Exposição | Alex Červený: Mirabilia
De 16 de setembro a 10 de março de 2024
Quarta a segunda, das 10h às 18h.
Às quintas-feiras, o museu permanece aberto
até 20h e a entrada é gratuita após as 18h

Período

Setembro 16 (Sábado) 10:00 - Março 10 (Domingo) 18:00(GMT-03:00)

Local

Pina Estação

Lg. General Osório, 66, São Paulo - SP