O beijo Vi de Só e Té Água e Fô e outras tecelá
10:00 21 de agosto de 2021 to 18:00 23 de outubro de 2021

[PRESENCIAL] Exposição individual de Ernesto Neto inclui dois corpos de trabalho inéditos que tratam da inter-relação entre o céu e a terra, cerâmica e crochê, escultura e espaço. Juntas, estas novas obras se entremeiam à arquitetura da Carpintaria, onde o chão, a parede e o teto foram transformados, propondo uma experiência imersiva. A exposição compreende também trabalhos sobre papel executados no último ano com sementes de lentilha, maracujá, casca e caule de tangerina.

Neto percebe a escultura como um organismo vivo e transgressor, que se devora e se transforma constantemente e àqueles que a observam. O ambiente criado pelo artista nesta montagem sugere uma (re)construção do espaço social e do mundo natural, atravessando os limites do corpo escultural em uma paisagem reinventada. Um céu de crochê dá suporte a esculturas compostas de formas longilíneas suspensas que caem como gotas em direção a peças de cerâmica, por sua vez apoiadas sobre um tapete azul, aludindo a uma série de beijos entre o céu e a terra. 

No novo corpo de trabalho 'entidade tecelã', o artista usa bastidores de MDF em recortes biomórficos e fios de malha de algodão coloridos para manualmente criar tramas, com uma técnica de tecelagem que opera entre a microtensão dos fios entrelaçados e os espaços vazios de respiro. Outras obras feitas de galhos secos envoltos por barbantes exploram a relação de tensão e equilíbrio entre diferentes materiais do cotidiano e formas da natureza.

Funcionamento: Terça a sexta, das 10h às 19h; sábado, das 10h às 18h.

Deixe um comentário

Por favor, escreva um comentário
Por favor, escreva seu nome