Cruz-Diez: a liberdade da cor
11:00 9 de novembro de 2019 to 20:51 2 de fevereiro de 2020
Espaço Cultural Porto Seguro, Alameda Barão de Piracicaba, 610 - Campos Elíseos, São Paulo - SP, 01216-012 Como chegar
OEspaço Cultural Porto Seguro, em São Paulo, abre a mostra Cruz-Diez: a liberdade da cor, em 9 de novembro. A exposição é a última a ser apresentada em todo o mundo que teve a chancela do artista, que participou de todo o processo de concepção ao lado do curador Rodrigo Villela, diretor executivo e artístico da instituição paulistana. Três fisiocromias e uma transcromia integram a primeira sala da exposição. Em uma delas, uma pequena fisiocromia de 1965, o trabalho de Cruz-Diez ainda passava por um período pré-industrial, conta Villela. “Depois o trabalho dele vai se tornando muito industrial. Ele tinha essa procura de fazer com que o trabalho saísse da escala de artesão. Ele falou que não se dedicou à pintura porque a pintura tinha muito artesanato e ele queria algo que pudesse ter mais escala”, comenta o curador. O artista era muito assertivo naquilo que acreditava. Em texto de 1967, ao qual deu o título de Minhas ideias sobre a Cor, ele propõe o conceito de “cor autônoma”, na qual a cor não depende de forma, especificidade ou de suporte. E, desta forma, ele extrapola suportes e técnicas, utilizando vídeos, pinturas, instalações, fotografias e se apropriando de paredes, de ruas e até mesmo de jardins. No mezanino da instituição, o público encontra a obra Labirinto Transcromia. 1965/2017, pela primeira vez sendo exibida no Brasil. No subsolo, salas mostram Ambiente Cromointerferente, 1974/2019 e Cromossaturação, 1965/2004, além de duas obras efêmeras de parede com o mesmo princípio de combinação das cores. Encerrando a mostra, um núcleo mais documental abarca vinte fotografias em preto e branco tiradas por Cruz-Diez no início de sua carreira e ainda dois vídeos: um com fotografias de obras em espaços público e outra com depoimentos dele sobre seus trabalhos.

Location

Share our event

Deixe um comentário

Por favor, escreva um comentário
Por favor, escreva seu nome